Depoimentos de Lula, Neto e Ronaldo

Publicado: março 21, 2014 em Uncategorized

Depoimento de LULA

Já há algum tempo tenho acompanhado o trabalho de Andrés a frente do Corinthians e sem dúvida é uma figura que mudou por completo a vida do Corinthians, o jeito de ser do Corinthians, seu grande mérito é ser um presidente muito ligado a vida do Corinthians, muito ligado a torcida do Corinthians, aos problemas do Corinthians, por tanto sabe como soluciona-los.

Seu mandato na presidência, foi um bem para o clube, foi um pena não ter ganho a Libertadores em sua gestão, e pelas dificuldades econômicas, ter tido de negociar tantos jogadores, enfim não conseguimos, de todas formas penso que o Andrés foi um bem grande para o Corinthians, é um dos poucos presidentes que vive os problemas do clube, dos jogadores, torcedores, um presidente comprometido com o clube.

Gosto muito do Andrés !!!

E sobre o seu futuro no futebol o primeiro é saber o que ele quer fazer, foi um mérito mudar os estatutos do Corinthians e é importante cumprir aquilo que ele mesmo mudou, a alternância no poder pode fazer bem para o clube.Mas é importante que uma figura como o Andrés que conhece o Corinthians por dentro e por fora, um companheiro que batalhou para que o clube finalmente começasse a construir um estádio próprio, que eu como torcedor há 50 anos já ouvia os dirigentes prometerem, é importante que ele esteja comprometido e por perto com alguma atividade na construção para facilitar que se faça isso acontecer e no calendário previsto,

Eu pessoalmente gostaria que Andrés fosse algo assim como um diretor de esportes ou responsável da administração do estádio, algo assim por que ele compreende como ninguém a torcida do Corinthians e sei que se identifica como um torcedor a mais. Eu me considero corintiano por cima de tudo.

Para mim ser corintiano é ser um militante e isso é mais que um torcedor comum que somente vai ao campo quando o time esta bem, quando são jogos importantes e a ponto de uma conquista de campeonato, já um torcedor corintiano é militante e vai nas horas boas e ruins, vai com chuva e vai com sol, vive o time cotidianamente, por isso considero que sou militante de duas causas, a do PT e a do Corinthians.

Fina sintonia
Fina sintonia

Depoimento de NETO

Em minha vida conheci milhares de pessoas, mas tenho poucas a quem realmente posso chamar de amigos e entre eles Andrés é meu maior amigo e demonstrou isso em muitas ocasiões, principalmente quando mais precisei ele estava ali ao meu lado me ajudando sempre que necessário.

Até nos parecemos muito não paramos quietos, às vezes abusamos de palavrões e também ambos temos as mesmas dificuldades em nos expressar corretamente nas regras do português, mas somos facilmente entendidos se bem sei que muita gente tem dificuldades para entender Andrés por sua inteligência e sua rapidez de reflexos.

Acho que deu um tapa de pelúcia em todos esses que não acreditavam do que ele seria capaz, e na hora do vamos ver comprovaram que ele revolucionou por completo a realidade do Corinthians e ao mesmo tempo do clube dos 13, do futebol na TV, e tantas outras coisas que deixam entrever que com certeza chegara longe.

Posso dizer em alto e bom som que amo profundamente Andrés e sua família e sei que esse é um sentimento recíproco, pois em inúmeras vezes ele fez mostras com o bom trato de amizade que supera tudo, ademais nossas famílias também convivem com excelente relacionamento. Se Andrés precisar de algum bem material eu não hesitaria em vender tudo para passar-lhe os valores que necessite e sei que ele faria igual.

Tenho muito orgulho de ter sido uma das pessoas que o introduziu no Corinthians, aproveitou bem a oportunidade e construiu uma admirável carreira no clube, sem fazer mal a ninguém, muito pelo contrario ele ajuda muitos jogadores iniciantes, a jogadores em ativo que passam por dificuldades, ex- jogadores e muitas outras pessoas e sem fazer alarde de nada.

Lembro-me de coisas que vivemos juntos, lembro que lhe dei de presente a camiseta daquele jogo em que marquei um gol memorável contra o Flamengo, lembro quando ele morando no Rio e nasceu seu filho Lucas eu os visitei e em momento de euforia lancei o menino ao ar, imaginem o assombro e enorme susto que passou sua mãe, ainda bem que tenho reflexos de goleiro e agarrei sem dificuldades.

Faz muitos anos que Andrés foi meu companheiro de noitadas e passeios pelo mundo mas também é verdade que ele só me acompanhava depois dos jogos e exigia que eu não saísse e me cuidasse antes de qualquer partida.

No ano 92 recebi dele um aparelho de DVD e eu ainda nem sabia o que era isso, também me deu com muito carinho um pôster que trouxe de Barcelona de uma obra de Salvador Dali chamada Gol e que lamentavelmente ficou na casa da minha ex esposa, é um quadro muito bonito e apropriado que ainda vou tentar recuperar.

Che e o “Gol” de Salvador Dali

Andrés é capaz de lances insólitos, sabia que eu tinha parado de fumar e que isso provocava ansiedade tremenda, de sofrimento e me deu de presente uma caixa de charutos Cohibas, caríssimos vindos de Cuba e orientou como fumar uma vez ao dia sem tragar e me ajudaria a vencer a dependência da nicotina esse gesto demonstrou que além da saúde física se preocupava como afetava minha saúde mental..

Também foi ele quem me deu de presente o titulo de sócio do Corinthians, ele aconselhava a todos os jogadores que se fizessem sócios, já faz dez anos, honrei o presente e pago regularmente ao dia minha cota, se bem dada a situação que durante anos passou o clube, deixei de frequentar até sua chegada a presidência e voltei a participar com muito orgulho.

Na minha profissão jornalística, devo ser independente e algumas vezes manifesto opiniões contrárias a algum ato de sua gestão mas devo reconhecer, mesmo com a plena liberdade que ele tem para me falar, jamais ligou ou manifestou a mais mínima critica que cortasse minha liberdade de expressão, realmente ele é profunda e sinceramente democrático.

Fiquei contente em saber que o Basílio disse que conheceu um pouco mais o Andrés na apresentação do livro sobre minha biografia, onde ficou durante muito tempo em franca conversa com ele, isso é importante pois sei o quanto o Basílio é hoje seu parceiro e o bom trato que ambos tem no cuidado aos ex-jogadores, aos que trata com o maior respeito.

Eu mesmo devo dizer que me deu a maior emoção de minha vida quando me convidou para apresentar o evento do Centenário, mas sei que é assim com todos e criou condições para que os ex atletas frequentem o clube e se sintam em sua casa.

Como presidente ele rompeu os esquemas, esta acima da visão tradicional dos dirigentes de clube, poucas pessoas no meio tem sua inteligência e vê as coisas com suficiente visão além de entender de futebol.

Além do dinamismo que impôs no funcionamento, sei que é o primeiro a chegar ao clube e o ultimo em sair por isso conseguiu criar uma estrutura onde antes não havia nada e criou a semente e as condições que possibilitam que sejamos em um futuro um dos maiores clubes do mundo.

Eu até gostaria que ficasse mais um tempo para fazer ainda mais coisas, devia mudar o estatuto para continuar um pouco mais. Essa sua capacidade de trabalho e entrega sei que vem de família, tudo gente honrada, honesta e de muito suor pela história de trabalho.

Hoje acompanho e admiro como sabe lidar com a imprensa e com jogadores, sei que as vezes vira mau educado e se estressa com a pressão da mídia, não é fácil ser presidente de um time como o Corinthians e estar o tempo todo sorrindo.

Hoje a revolução que provocou no Corinthians, especialmente na receita e no marketing acaba ajudando os outros clubes que com certeza também vendem mais entre seus torcedores pois ninguém quer ficar exageradamente atrás do Timão em sua presença pública e isso fomenta a competitividade sadia entre os clubes e suas torcidas.

Sua verdadeira revolução é a conquista do estádio, também a triunfante parceria com Ronaldo que tão bem fez a ambos e ao clube, multiplicou o numero de sócios, revolucionou o estatuto mesmo que isso aparentemente o prejudique, mas faz tudo olhando o bem do clube.

O bom é que ele continua sendo a mesma pessoa, se bem claro que se somete a sua agenda e nem sempre esta disponível em seu tempo, eu mesmo queria vê-lo mais vezes, porém sei que não consegue devido aos seus muitos compromissos e sua manifesta incapacidade de dizer não.

Outro elemento destacável é sua importância no papel de líder, um presidente sempre presente, sempre nos jogos e esteve também durante toda a Série B e os torcedores que vão ao estádio sabem onde ele fica e sabem que não esta protegido em nenhum camarote de luxo e atua igual nas vitorias e nas derrotas.

Eu fico muito emocionado só de pensar que além do estádio do Parque São Jorge em breve teremos um novo estádio para chamar de nosso e será dos maiores do mundo e pouco importa se vai ou não abrir a Copa o importante é que seja para o Corinthians.

Até acho que Andrés em sua visão já sabe tudo sobre como será o estádio, o preço dos ingressos, nome etc esta na frente de todos e logo logo o pessoal irá vendo como se fazem as coisas, com certeza já fez números e sabe quanto o clube ganhara no estacionamento, nas concessões de serviços etc

Sempre comprovo que ele é um presidente ídolo e isso se pode perceber nas ruas, nos lugares públicos ou até em meu aniversário que nunca deixou de ir, lá esta ele rodeado de gente que foi e é ídolo, como por exemplo eu mesmo, meu amigo Careca e tantos outros.

Porém os familiares e amigos presentes ficam comentando e tentando falar com Andrés, fazer fotos com ele, conseguir um autografo, um presidente ídolo e cujo trabalho é reconhecido e tem torcedores de outros times que admiram e senão fosse a concorrência reconheceriam ainda mais, considero que Andrés poderia facilmente ser eleito para os principais cargos políticos do país.

Acho normal e natural que chore em momentos decisivos para o clube ,como em relação ao estádio o qual por certo ficou na dele mas já sabia as muitas possibilidades de ser escolhido para a Copa, mesmo por que mais que presidente ele é um torcedor.

Também admiro como é facilmente acessível, sei que vai no clube, nos sábados e feriados em chinelo e bermuda falando abertamente com os sócios sem se esconder e como um a mais, assiste os jogos como torcedor e não como presidente do clube e fica disponível para fotos, autógrafos, papos, criticas e discutir se necessário pois sei que ele gosta de defender com paixão seus pontos de vista.

Admiro muito o presidente Andrés, tenho orgulho do dirigente Andrés mas o melhor de tudo é que ele continua o mesmo amigo de sempre meu e de tanta gente com a qual cultiva amizade.

Bem a vontade

Depoimento de RONALDO

Falar do Andrés não é tão simples assim, porque é algo que me emociona demais. Mais do que presidente do Corinthians, ele foi e é um amigo. Um cara que me acolheu em São Paulo, em um time paulista, onde nunca havia pensado em jogar antes.Foi quem abriu as portas e me ajudou a entrar no coração de toda a nação corintiana, o que é um sonho para qualquer jogador do mundo.

A verdade é que o nosso contato foi além dos campos, virou amizade mesmo. Eu respeito muito o profissional competente e a pessoa de caráter que ele é.

Além do mais, nós temos muitas historias juntos, uma convivência que foi sempre muito saudável. Algumas, com certeza, ficarão guardadas para sempre na memoria.

Uma delas é quando fiz meu primeiro gol pelo Timão, no clássico contra o Palmeiras. Ao final do jogo, ele foi pessoalmente no vestiário me cumprimentar e parabenizar pelo gol.

Naquele momento, sem nem pensar, eu disse que aquilo tudo era apenas o início de uma grande caminhada juntos e que ainda iríamos construir o CT e o estádio do Corinthians, que ele ia se tornar o maior presidente da história do clube.

E, pô, dito e feito. O Andrés não está apenas construindo o estádio, como fará a abertura oficial da Copa do Mundo do Brasil nele. É histórico, uma emoção que não cabe em mim. E o mérito é todo dele. Ele fez tudo isso acontecer.

Teve também uma situação atípica que passamos, que, com certeza, marcou muito também. Passamos um baita perrengue depois do jogo contra o Goiás, pela Copa do Brasil.

A Bia, minha mulher, foi ao jogo com a nossa filha Maria Sofia, lá em Goiânia. Na volta acabei dando carona para o presidente e para o seu segurança no meu avião. No meio do voo, a cabine despressurizou e foi aquele sufoco, um susto danado. Máscaras de oxigênio caindo, o piloto dizendo para colocarmos… E no meio de toda essa confusão, o segurança dele, que estava sentado na primeira poltrona, ficou calmamente jogando Tetris durante todo o acontecido, mesmo por quer não podia fazer nada. Depois que o susto passou, foi bem engraçado! Mais uma vez o presidente mostrou que tem coragem.

Mas a melhor história, para mim, foi quando assinamos o meu contrato no Corinthians. Eu estava com meu empresário e com o Luís Paulo Rosenberg, VP de marketing do Corinthians.

Eles estavam discutindo os valores da minha contratação e, quando o Andrés chegou, deixamos os dois conversando e fechamos negócio só nós dois, num guardanapo, em um restaurante de hotel. Decidimos valores, bases, enfim, absolutamente todos os detalhes do contrato em… um guardanapo!

Esse momento só ressalta uma das grandes qualidades e diferenciais do Andrés: a sua honestidade e comprometimento com a palavra. Um cara honrado, que cumpre com o que fala. Foi ali, naquele momento, que começou uma amizade muito forte, uma confiança mútua.

Presidente, tenha a certeza que você sempre terá um amigo aqui ao seu lado e saiba que você sempre será lembrado como o maior presidente que o Corinthians já teve.

Obrigado por tudo, um abraço

Amizade
Pra sempre
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s